2017/02/24

«Horizonte 2020 [@H2020SME]: Portuguesa Consulpav selecionada para última ronda de apoio»



Sónia Bexiga. StartUp Magazine @startupmagpt



«A Comissão Europeia vai atribuir 33,5 milhões de euros a 17 projetos inovadores que envolvem 80 parceiros de 19 países, entre os quais Portugal.

»Este apoio visa acelerar o acesso ao mercado, no âmbito da sexta e última ronda do projeto-piloto “Processo Acelerado para a Inovação” (FTI) [Fast Track to Innovation (FTI) Pilot], executado no âmbito do programa de investigação e inovação da UE, Horizonte 2020.

»Nesta última ronda encontra-se uma PME beneficiária portuguesa, a Consulpav, que faz parte de um consórcio, a quem foi atribuído o montante de 2,1 milhões de euros para facilitar a transição da sua ideia inovadora para o mercado.

Este projeto tem por alvo o setor da indústria da pavimentação que enfrenta atualmente desafios variados à medida que aumenta a necessidade de pavimentos que exijam menor manutenção, mais silenciosos e mais ecológicos. A utilização de fragmentos de borracha derivados de pneus em fim de vida em misturas betuminosas dá resposta a todas estas necessidades.

»A Consulpav, fundada em 1990, é especialista em projecto, caracterização, gestão e fiscalização e controlo de obra de pavimentos rodoviários e aeroportuários.

»Este projeto tem por alvo o setor da indústria da pavimentação que enfrenta atualmente desafios variados à medida que aumenta a necessidade de pavimentos que exijam menor manutenção, mais silenciosos e mais ecológicos.

»A utilização de fragmentos de borracha derivados de pneus em fim de vida em misturas betuminosas dá, segundo os promotores do projeto, resposta a todas estas necessidades.

»Neste contexto, Carlos Moedas, comissário europeu responsável pela Investigação, Ciência e Inovação, reforma que, através do Horizonte 2020, a Comissão pretende dar às empresas inovadoras o apoio de que necessitam para acelerar a transição das suas inovações para o mercado. “Com base nos resultados promissores desta fase-piloto e tendo em conta o seu potencial contributo para a inovação na Europa, decidimos que o Processo Acelerado para a Inovação continuará em 2018-2020 como parte do novo Conselho Europeu da Inovação”, conclui.»





Inovação e recursos

Sem comentários:

Enviar um comentário