2016/11/14

«Se quer ir rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá em grupo.» (Provérbio africano PT) (I)



Nas últimas semanas, o blog dedicou o seu tempo a colecionar alguns websites que ter em conta, o que interessam, o para gostar deles, quando se fala de inovação; websites para consultar de vez em quando. Eles foram citados em distintas páginas que o blog compartilhou e agora estarão na sua sidebar.

Eu espero que esta pequena coleção seja um princípio, e que seja inspiradora!

Veja também: «If you want to go fast, go alone. If you want to go far, go together.» (African proverb) (I) [link]. «Se quer ir rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá em grupo.» (Provérbio africano BR) (I) [link]. «Si quieres ir rápido, camina solo. Si quieres llegar lejos, ve acompañado.» (Proverbio africano) (I) [link]. «Si vous voulez aller vite, allez-y seul. Si vous voulez aller loin, allez-y ensemble.» (Proverbe africain) (I) [link].




ACEGIS (Associação para a Cidadania, Empreendedorismo, Género e Inovação Social)

http://acegis.com/

@ACEGIS

«ACEGIS é uma organização sem fins-lucrativos que visa promover a cidadania, a igualdade, o empreendedorismo e a inovação nas organizações do terceiro sector, na construção de uma sociedade mais justa, paritária e inclusiva, de forma alcançar o desenvolvimento social e económico. A ACEGIS tem vindo a focar a sua intervenção numa abordagem sistémica de investigação-formação-ação, numa lógica de cooperação estratégica institucional, entre organizações do sector público, privado e cooperativo.»




ANJE (Associação Nacional de Jovens Empresários)

http://www.anje.pt/

@AnjeEmpresarios

«A ANJE - Associação Nacional de Jovens Empresários é uma associação de direito privado e utilidade pública que, desde 1986, representa institucionalmente os jovens empresários portugueses e os apoia na sua atividade empresarial. Foi, aliás, pioneira na promoção do empreendedorismo jovem no nosso país e, mais recentemente, notabilizou-se no incentivo à adoção de modelos empresariais baseados na inovação, investigação e desenvolvimento.»




APGICO (Associação Portuguesa de Criatividade e Inovação)

http://www.apgico.pt/

@apgico

«A APGICO tem como objectivos: (1) desenvolver, divulgar e promover conhecimentos e experiências na área da gestão da criatividade e da inovação organizacional; (2) estabelecer contactos internacionais com organizações congéneres; (3) criar fóruns de diálogo entre empresas, instituições académicas, organismos governamentais e demais entidades interessadas na gestão da criatividade e da inovação.»




Associação dos Centros de Empresa e Inovação Portugueses (BICS)

http://www.bics.pt/

#BICS

«A Associação dos Centros de Empresa e Inovação Portugueses (BICS) é a Associação Nacional dos Business Innovation Centres de Portugal, uma instituição sem fins lucrativos, representativa dos BICS Portugueses, quer a nível nacional, quer a nível internacional. A sua missão é potenciar sinergias entre todos os BIC’s Portugueses, reconhecidos pela União Europeia, e reafirmar o seu papel como importantes Instrumentos de Desenvolvimento Regional e Nacional, ao nível do Empreendedorismo, da Inovação, da Criação e Modernização das PME’s.»




Associação Industrial Portuguesa – Câmara de Comércio e Indústria (AIP-CCI)

http://www.aip.pt/

#AIPCCI

«A AIP-CCI está convicta que o associativismo empresarial consubstanciado na CIP-Confederação Empresarial de Portugal, vai conferir uma nova dinâmica de representação e defesa dos interesses legítimos das empresas e dos empresários portugueses, a nível nacional, europeu e internacional, junto do poder político, das organizações sindicais e de empregadores e de outras organizações sociais e económicas e irá, igualmente, afirmar--se como elemento mobilizador de recursos, de vontades, de capacidades e de inteligências, de modo a contribuir activamente para um país mais empreendedor, inovador e competitivo, com elevada coesão social, maior crescimento sustentado e melhor economia e emprego.»




Associação para a Inovação Tecnológica e Qualidade (AEMITEQ)

http://www.aemiteq.pt/

#AEMITEQ

«Associação para a Inovação Tecnológica e Qualidade é uma instituição privada de utilidade pública, fundada em 1991, como uma infraestrutura de apoio à Indústria e à Comunidade no domínio da química, especializada em controlo químico da qualidade, com sede em Coimbra onde exerce a sua actividade desde 1994.»




Associação para o Desenvolvimento e Cooperação Garcia de Orta (AGO)

http://www.ago.com.pt/

#AGO

«O objetivo global da AGO é o intercâmbio e a promoção do ensino e investigação dos problemas do setor da Saúde Pública Internacional, abordando a inovação e as redes de colaboração. Com esta atividade, pretendemos implementar a investigação em Portugal, projetos de desenvolvimento humano em várias vertentes e estabelecer relações de cooperação com organismos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor Leste).»




Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC)

http://www.apdc.pt/

@APDC

«A APDC assume-se como plataforma de debate e reflexão dos temas decisivos e mobilizadores das TIC e Media. Desde 1984, desenvolve a sua atividade em torno de um conjunto consistente e mobilizador de iniciativas, envolvendo todos os stakeholders nos temas que marcam a agenda de uma indústria que cada vez mais horizontal e crítica. Considerando o setor um indutor de modernidade e de competitividade da economia e um exemplo de inovação, a Associação está ainda a promover a criação de iniciativas que promovam e potenciem o ecossistema. Sendo hoje um projeto associativo consolidado no setor que representa e no panorama nacional, a APDC posiciona-se como a plataforma de uma indústria horizontal e crítica para a Sociedade e a Economia e um dos grandes motores de crescimento da economia portuguesa.»




Banco de Inovação Social (BIS) da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

http://bancodeinovacaosocial.pt/

#BIS da @SCMLISBOA

«Lançado em 2013, pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (www.scml.pt), agrega 27 instituições parceiras, públicas, privadas, e de economia social, que investem os seus ativos na promoção da inovação social. Objetivos do BIS: (a) estimular a criatividade para o exercício de uma cidadania mais ativa; (b) desenvolver projetos de experimentação social para testar e validar soluções inovadoras; (c) apoiar a criação e o desenvolvimento de novas empresas sociais; (d) promover a inovação social, no território, através do desenvolvimento de plataformas operacionais do BIS, que agreguem instituições sociais locais públicas e privadas mediante formas inovadoras de governança.»




CAL (Câmara Agrícola Lusófona)

http://www.calusofona.org/

@CalCamara

«A CAL, Câmara Agrícola Lusófona, é uma associação empresarial sem fins lucrativos que promove a divulgação do agronegócio em território nacional e internacional com particular ênfase nos países de língua portuguesa, nomeadamente Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. A CAL é uma plataforma que permite às organizações e às empresas estabelecerem parcerias para promover a internacionalização, a inovação e o empreendedorismo.»




CDI (Centros de Inclusão Digital) Portugal

http://cdi.org.pt/

@cdiportugal

«Somos uma organização não-governamental fundada em 1995 por Rodrigo Baggio no Brasil. Acreditamos que as tecnologias da informação e comunicação podem ser um meio eficaz para mobilizar e transformar as vidas das comunidades mais desfavorecidas em Portugal. Queremos promover a inclusão social, a literacia digital, a construção e o exercício da cidadania ativa de forma sustentável e duradoura. Solidariedade, transparência, equidade, inovação e excelência – são estes os valores a que o CDI Portugal se compromete a apropriar.»




COTEC Portugal

http://www.cotecportugal.pt/

@COTEC_Portugal

«A COTEC Portugal - Associação Empresarial para a Inovação foi constituída com a missão de “promover o aumento da competitividade das empresas localizadas em Portugal, através do desenvolvimento e difusão de uma cultura e de uma prática de inovação, bem como do conhecimento residente no país”, a COTEC é uma associação sem fins lucrativos que conta com o apoio dos seus Associados e das instituições do Sistema Nacional de Inovação (SNI) para a concretização dos seus objectivos, através da realização de iniciativas em várias áreas. Pela primeira vez, Portugal viu nascer um projecto privado (em que uma parte significativa do sector empresarial se organizou para promover a inovação) e cujas características especiais, por nascer de uma iniciativa do Presidente da República e com o apoio das instituições do SNI, permitem que esta estrutura associativa reúna condições para liderar o processo de mudança em Portugal contemplado na sua missão. A COTEC acredita que esta liderança terá de ser conquistada, através da clareza, do rigor e da eficácia da sua intervenção. E este é um compromisso assumido pela sua Direcção.»




ESAD (Escola Superior de Artes e Design) Matosinhos

http://www.esad.pt/

@esadmatosinhos

«Desde sempre, o Design tem sido um catalisador em processos de inovação e no desenvolvimento de novos produtos e serviços. Na última década o termo Design Thinking, ganhou popularidade nas organizações, transformando-se numa referência para a consciencialização de que muitos profissionais podem beneficiar com a forma de pensar e trabalhar dos designers. O Design Thinking é hoje um dos principais tópicos na Gestão, na Inovação, na Engenharia e na Educação. A maneira como o designer percepciona e interpreta objetos e situações, criando novas abordagens e soluções, abre novos caminhos para a inovação empresarial. Por esta razão, a metodologia do Design Thinking está a ser adoptada por grandes empresas como mais uma ferramenta para o executivo. É neste contexto nacional e internacional que a ESAD abriu em Janeiro de 2014 a primeira Pós-Graduação em Design Thinking em Portugal. Qualquer tipo de negócio ou instituição pode beneficiar da forma de pensar e trabalhar dos designers. O Design Thinking é entendido, hoje em dia, como uma forma de pensar que conduz à transformação, evolução e inovação, a novas formas de vida e a novas formas de gerir negócios. A metodologia do Design Thinking proporciona novos modelos de processos e ferramentas que ajudam a melhorar, acelerar e visualizar cada processo criativo, realizados não apenas por designers, mas também em equipas multi-disciplinares em qualquer tipo de organização.»




Fundação de Serralves

http://www.serralves.pt/

@serralves_twit

«Serralves desenvolve a sua actuação em torno de 5 eixos estratégicos: a Criação Artística, com relevância para as artes plásticas, através da constituição de uma colecção internacional de arte contemporânea de referência e de um programa de exposições dos artistas portugueses e estrangeiros mais relevantes, sendo ainda programados ciclos de música, artes performativas e cinema que complementam e valorizam o programa expositivo; a Sensibilização e Formação de Públicos, através de programas educativos inovadores, adequados a todos os públicos, de todas as idades e de acções de grande visibilidade; o Ambiente, valorizando o Parque como espaço de fruição pública e pretexto para a abordagem de problemas ambientais do mundo de hoje, no contexto mais vasto de relações da arte com a paisagem; a Reflexão Crítica sobre a Sociedade Contemporânea, através do estudo e debate das principais questões do nosso tempo, no domínio das artes e das ciências sociais, experimentais e políticas; as Indústrias Criativas, assumindo um papel pioneiro, através da criação do INSERRALVES, a primeira incubadora de empresas nacional especializada nas indústrias criativas, e contribuindo activamente para a constituição na região Norte do primeiro cluster destas indústrias em Portugal, através da ADDICT.»




Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD)

http://www.flad.pt/

@FLAD2014

«A Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento é uma instituição portuguesa, privada e financeiramente autónoma. Tem por missão contribuir para o desenvolvimento de Portugal, através do apoio financeiro e estratégico a projectos inovadores e do incentivo à cooperação entre a sociedade civil portuguesa e americana.»




IES Social Business School

http://www.ies.org.pt/

@IES_SocialEI

«O IES é uma associação sem fins lucrativos que tem como objetivo estimular a inovação, a eficiência e o crescimento do impacto de projetos transformadores que quebram ciclos de problemas na nossa sociedade. Trabalhamos para identificar, apoiar, formar, promover e relacionar iniciativas de alto potencial de empreendedorismo social, com organizações e indivíduos excecionais e comprometidos para mudar o mundo de forma mais eficiente e inovadora. O IES – Social Business School é a primeira escola de negócios focada na Inovação e Empreendedorismo Social. É o ponto de partida para um caminho dedicado à inovação social na criação de soluções de negócio sustentáveis, oferecendo um portefólio de formação, investigação e consultoria que dá resposta a empreendedores sociais, organizações sociais, setor público, empresas, fundações e universidades, continuando a apostar na excelência e numa forte rede de parceiros para inspirar, formar, apoiar e ligar organizações e pessoas, de todos os setores de uma economia convergente.»




Innovation Matters, revista do grupo Altran (anteriormente revista Altitude)

http://www.altran.pt/pt/noticias/em-portugal/revista-altitude.html

@altran_portugal

«Destacando as novidades mais recentes do Grupo e os assuntos mais relevantes da sociedade contemporânea, cada edição oferece uma visão aprofundada sobre um tema, contendo uma elevada componente científica e tecnológica. Cada tópico é abordado a partir de diferentes ângulos, através de um conjunto de orientações definidas, de modo a “destacar o conhecimento, quer interno ou externo, e assim lançar o debate aos nossos leitores, incentivando-os a comentarem e partilharem a Innovation Matters”, diz Pascal Brier, Vice-presidente Executivo, Estratégia, Inovação, Soluções e Comunicação do Grupo. Disponível no endereço www.innovation-matters.com, em Francês e Inglês, o website usa uma tecnologia que permite a leitura em tablets e smartphones.»




Inovar na Saúde

http://www.inovarnasaude.pt/

@inovarnasaude

«Este projecto intitula-se “Pensar a Saúde, Promover a Inovação, Dirigi-la aos cidadãos - Think Tank”, sendo o tema principal a inovação na área terapêutica com a perspectiva de como garantir e potenciar o acesso do cidadão à inovação terapêutica disponível. Para tal é importante perceber como é feita a introdução da inovação nas Instituições de saúde e qual o papel dos utentes nesse circuito.»




Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e à Inovação (IAPMEI)

https://www.iapmei.pt/

@IAPMEI

«O IAPMEI - Agência para a Competitividade e Inovação, I.P., tem como missão promover a competitividade e o crescimento empresarial, assegurar o apoio à conceção, execução e avaliação de políticas dirigidas à atividade industrial, visando o reforço da inovação, do empreendedorismo e do investimento empresarial nas empresas que exerçam a sua atividade nas áreas sob tutela do Ministério da Economia, designadamente das empresas de pequena e média dimensão, com exceção do setor do turismo. Visão: Ser o parceiro estratégico para a inovação e crescimento das empresas, empresários e empreendedores.»




Núcleo Operacional da Sociedade de informação (NOSI)

http://www.nosi.cv/

@NOSicv

«Tudo começou com a fundação da Unidade de Reforma da Administração Financeira do Estado (RAFE), em 1998. Com esta unidade, tutelada pelo Ministério das Finanças, a governação eletrónica (e-Gov) em Cabo Verde deu os seus primeiros passos para a melhoria da eficiência e eficácia da Administração Pública, através de novos instrumentos de gestão orçamental, financeira e patrimonial suportada por uma plataforma tecnológica moderna e por técnicos nacionais. Inicialmente limitada ao Ministério das Finanças, rapidamente a atuação da RAFE alastrou-se pela Administração Pública, contribuindo para o início do processo de modernização de outros sectores do Estado. Em resposta à crescente procura e de acordo com a visão estratégica do Governo, foi criado, por resolução do Conselho de Ministros, em Julho de 2003, o Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSi), como Unidade Operacional da Comissão Interministerial para a Inovação e Sociedade de Informação, presidida pelo Primeiro-Ministro de Cabo Verde.»




Patient Innovation (Doentes Inovadores)

https://patient-innovation.com/

@PatientInnov

«Somos movidos por um desafio: criar uma rede social que ligue pacientes e possibilite a partilha de soluções, tratamentos, dispositivos e outro conhecimento relevante. O resultado é Patient Innovation, um sítio onde pacientes e aqueles que cuidam deles podem partilhar e aceder a soluções úteis de outro modo desconhecidas, para lidar com as suas doenças ou condições. Mas nós queremos ir mais longe. Queremos que as comunidades médica e a científica participem, comentando e contribuindo para criar o que esperamos que venha a ser uma incubadora virtual de soluções para as necessidades dos pacientes. O que é uma Solução? Algo que um paciente ou cuidador tenha desenvolvido para lidar com os desafios impostos pela sua doença ou condição, nomeadamente dispositivos novos ou modificados, estratégias, comportamentos, tratamentos, adaptações ou alternativas low-cost a soluções existentes. A solução pode ter sido totalmente ou parcialmente desenvolvida, ou apenas uma ideia. O conhecimento é valioso para a comunidade mesmo que a solução não tenha funcionado como esperado, já que outros pacientes poderão ajudar a melhorá-la.»




Portal da Inovação Social (PIS) do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra

http://www.ces.uc.pt/projectos/pis/

#PIS do @ces_uc

«O Portal de Inovação Social é um espaço de comunicação e aprendizagem, onde se podem encontrar recursos e soluções inovadoras de intervenção social e trabalhar em rede com pessoas e oganizações que partilham interesses afins no âmbito da inserção social e do combate às discriminações no mercado de trabalho.»




Portugal Inovação Social

http://inovacaosocial.portugal2020.pt/

#PortugalInovaçãoSocial

«Com a criação da Iniciativa Portugal Inovação Social, em Dezembro de 2014, Portugal foi pioneiro na União Europeia ao canalizar uma parcela importante (cerca de 150M de euros) de fundos estruturais europeus do novo ciclo de programação 2014-2020 para a promoção da inovação social. A Portugal Inovação Social pretende apoiar Iniciativas de Inovação e Empreendedorismo Social (IIES) que: (a) sejam focadas numa missão social, procurando resolver problemas importantes e negligenciados da sociedade; (b) sejam inovadoras, por serem pioneiras a nível mundial ou nacional, ou por serem réplicas pioneiras a nível regional de inovações sociais com impacto validado; (c) tenham um modelo passível de ser sistematizado e replicado num contexto mais vasto, dada a natureza do problema que abordam e da solução que propõem; (d) procuram medir e validar o seu impacto, de forma a melhorarem continuamente o seu desempenho e a mobilizarem mais recursos; (e) adotem estratégias de implementação com mecanismos que promovam a sustentabilidade económica, através da eficiente mobilização de recursos, geração de receitas, ou poupança na despesa pública.»




Questão de Igualdade – Associação para a Inovação Social

http://www.questaodeigualdade.pt/

#QuestãodeIgualdade

«A Questão de Igualdade – Associação para a Inovação Social é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 2008 por uma equipa multidisciplinar, a qual pretendeu conjugar os seus saberes e experiências com o intuito de desenvolver acções concertadas de desenvolvimento e inovação social que assegurem a participação, intervenção e representatividade de todos os indivíduos, de modo a potenciar a erradicação de todas as formas de discriminação e a criação de uma sociedade mais igualitária. Os nossos principais objectivos assentam na concepção e no desenvolvimento de projectos e iniciativas que pretendam responder de forma eficiente e inovadora aos desafios da sociedade contemporânea, fomentando a qualidade de vida de todos/as os/as cidadãos e cidadãs, promovendo os valores da Cidadania e da Igualdade.»



Zona Económica Especial (ZEE) Luanda-Bengo

http://www.zee.co.ao/

@ZEE_luandabengo

«A ZEE - Zona Económica Especial Luanda-Bengo é um espaço fisicamente demarcado, dotado de Infraestruturas adequadas à instalação de empresas capazes de fomentar a produção, criar emprego, fomentar a competitividade e inovação, beneficiando em termos fiscais de um estatuto especial. A ZEE Luanda-Bengo constitui propriedade do Estado. A ZEE Luanda-Bengo compreende 7 Reservas Industriais, 6 Reservas Agrícolas e 8 Reservas Mineiras, localizadas nos municípios de Viana, Cacuaco e Icolo e Bengo na província de Luanda e nos municípios do Dande e Ambriz na província do Bengo.»






Sem comentários:

Enviar um comentário