2014/12/29

«Newsletter L&I» (n.º 36, 2014-12-29)



Produção de alimentos (Brasil)

Ribeirinhos do Amazonas iniciam produção de alimentos agroecológicos em Reserva de Desenvolvimento Sustentável Piagaçu-Purus (RDS-PP) [web] [intro]

Palma ganha espaço na economia da Paraíba [web] [intro]

Feliz Natal!

Rio Grande do Norte será referência em ostreicultura até 2016 [web] [intro]



Combater o desperdício de alimentos (Portugal, África lusófona)

O combate ao desperdício de alimentos está na ordem do dia [web] [intro]

Movimento 2020 ensina a combater o desperdício alimentar este Natal [web] [intro]

Feliz Natal!

Combater o desperdício alimentar [web] [intro]



Apicultura

Innovadoras colmenas evitan que la miel se contamine [web] [intro]

Consorcio de Desarrollo Tecnológico Apícola [web] [intro]

¡Feliz Navidad!

Proceso de participación para la Reserva de la Biosfera de La Rioja 2014-2023 [web] [intro]



Papier journal

Coup dur pour l'industrie du recyclage au Québec [web] [intro]

Les gros consommateurs de papier dans la mire de Greenpeace [web] [intro]

Joyeux Noël!

Valorail pour optimiser la collecte des vieux papiers [web] [intro]



Cloud

Raining innovation from the cloud [web] [intro]

How Shifting to the Cloud Can Unlock Innovation for Food and Farming [web] [intro]

Merry Christmas!

Building a Cloud Foundation for Innovation [web] [intro]





Licencia Creative Commons Licencia Creative Commons
Atribución-NoComercial
4.0 Internacional








2014/12/26

Combater o desperdício alimentar





Jornal de Negócios
João Gonçalves Pereira

PORTUGAL

«A existência, segundo a FAO (Food and Agriculture Organization da ONU), de 870 milhões de pessoas subnutridas no mundo constitui, não apenas um factor de pressão acrescida no sentido da redução de desperdício alimentar e do seu aproveitamento mas, sobretudo, algo que deve pesar na consciência de todos. [...]

»Falar de desperdício alimentar está na ordem do dia, mas na verdade as referências à necessidade de o combater datam, pelo menos, da II Guerra Mundial, devido ao racionamento de alimentos. Foi, no entanto, durante o período que se lhe seguiu - o do crescimento económico e consumismo do pós-guerra - que se sedimentaram hábitos que agora nos vemos forçados a rever e a alterar, à semelhança do que sucede também com a questão dos combustíveis ou da natalidade.

»Assim como fome e desperdício são parte da mesma equação, também consumo e desperdício o são. Nenhuma sociedade de consumo deixará de produzir desperdício, seja de alimentos ou de outra espécie. Trata-se assim de mitigar este problema de cuja dimensão não temos muitas vezes uma noção real, desde logo pela dificuldade em recolher, avaliar e comparar os dados envolvidos. Em qualquer caso, alguns números - discutíveis e discutidos - merecem uma reflexão. .../...»





2014/12/24

Movimento 2020 ensina a combater o desperdício alimentar este Natal





Activa

PORTUGAL

«É uma altura do ano de excessos alimentares. Reúne-se a família em redor da mesa para os tradicionais pratos de Natal e geralmente não há gula para tanta comida e ficam as sobras. Por isso mesmo, nesta época natalícia, o Movimento 2020, projecto da Associação Portuguesa de Dietistas (APD), junta-se aos portugueses com um conjunto de dicas para celebrar esta época festiva, gastronomicamente rica, de forma mais saudável e económica, respeitando os sabores e gostos tão tradicionais da nossa Dieta Mediterrânica, mas sem deixar passar em branco o tema do desperdício alimentar.

»O Movimento 2020 vem mostrar, de forma simples, que é possível utilizar as sobras das refeições de Natal para fazer outros pratos igualmente deliciosos e nutricionalmente equilibrados. Desta forma, e para ajudar os portugueses na tarefa de reduzir o Desperdício Alimentar, O Movimento2020 lançou em www.movimento2020.org, um livro digital intitulado Folhas Equilíbrio – Receitas para um Doce Natal que será composto por 6 receitas elaboradas pela Licenciada em Dietética e Nutrição, Técnica Especialista em Gestão e Produção de Cozinha, Ana Maria Silva, contando com dicas preciosas para cozinhar as sobras da noite de consoada. .../...»





2014/12/23

O combate ao desperdício de alimentos está na ordem do dia





Agronegócios.eu
Helder Marques

PORTUGAL

«Realizou-se no passado dia 16 de outubro, o dia mundial da Alimentação, o "Fórum Inovação Agroalimentar: Oportunidades e Desafios no Combate ao Desperdício", que reuniu na Fundação Calouste Gulbenkian vários representantes de entidades ligadas à produção, investigação, transformação, distribuição, restauração, de defesa do consumidor, administração local e ONG, com o objetivo de discutir estratégias de combate ao desperdício de alimentos.

»Das várias intervenções feitas ao longo do dia, foi muito clara a ideia da importância estratégica, não só para a economia portuguesa, mas também mundial, do controlo, diminuição e eliminação do desperdício alimentar, sendo o pão, o leite e a fruta fresca os alimentos mais desperdiçados pelos portugueses, de acordo com Isabel Mota, administradora da Fundação Calouste Gulbenkian. Por ano, no total, é desperdiçada mais de uma tonelada de alimentos pelos portugueses. .../...»





2014/12/22

«Newsletter L&I» (n.º 35, 2014-12-22)



Pescadores (Brasil)

Pescadores terão carteirinha com chip para inibir fraudes no setor [web] [intro]

Skarp S60 é um “cevador com controle remoto” [web] [intro]

Ministério da Pesca lança Sinpesq, sistema de gestão integrada [web] [intro]

Programa de Apoio ao Desenvolvimento da Aquicultura e Pesca - FNE Aquipesca [web] [intro]



Doenças tropicais (Portugal, África lusófona)

Gulbenkian junta esforços e cientistas para conseguir apoios nas doenças tropicais [web] [intro]

3º Congresso Nacional de Medicina Tropical [web] [intro]

À procura de consenso na prevenção de doenças tropicais [web] [intro]

Equipa de cientistas portugueses descobre bactérias benéficas que protegem contra malária [web] [intro]



Productos pesqueros sostenibles

Clearwater Seafoods Recibe Premio a la Innovación Rabobank [web] [intro]

Nuevas soluciones tecnológicas para la los productos pesqueros (CONSERVAPESCA) [web] [intro]

Bahía Blanca, primer puerto pesquero artesanal de Perú, beneficiará a 1,600 pescadores artesanales [web] [intro]

Los consumidores españoles quieren productos del mar sostenibles [web] [intro]



Vêtements

Des Vêtements Anti-Ebola De Argaman (Israël) Avec Ultrasons [web] [intro]

Pops by BewellConnect®, la nouvelle technologie innovante de communication destinée aux objets connectés [web] [intro]

Des vêtements sans fil [web] [intro]

Mode et sécurité: Norton lance un jean antivirus [web] [intro]



Fuel cell technology

UNM jointly developed fuel cells win innovation award [web] [intro]

BMW Will Unveil Hydrogen Fuel Cell Technology, Additional i Services, at 2015 Detroit Auto Show [web] [intro]

Capturing Carbon as a Byproduct of Running a Fuel Cell [web] [intro]

Graphene discovery may revolutionise fuel-cell technology [web] [intro]





Licencia Creative Commons Licencia Creative Commons
Atribución-NoComercial
4.0 Internacional








2014/12/19

Equipa de cientistas portugueses descobre bactérias benéficas que protegem contra malária





Sul Informação
Ana Mena

PORTUGAL

«Num estudo inovador publicado na edição de 4 de Dezembro da revista científica Cell, uma equipa de investigação liderada por Miguel Soares, do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC), descobriu que componentes específicos das bactérias residentes no intestino podem espoletar um mecanismo natural de defesa que protege contra a transmissão de malária.

»Ao longo dos últimos anos, a comunidade científica tornou-se mais ciente sobre o facto dos seres humanos viverem numa constante relação simbiótica com a vasta comunidade de bactérias e outros micróbios que residem no nosso intestino.

»Esta comunidade de micróbios, designada de microbiota do intestino, não causa necessariamente doenças. Pelo contrário, a microbiota pode influenciar uma variedade de funções fisiológicas necessárias para manter a saúde humana. .../...»





2014/12/18

À procura de consenso na prevenção de doenças tropicais





Observador
Vera Novais

PORTUGAL

«As comunidades médicas procuram geralmente consenso na aplicação das práticas clínicas da especialidade a que se referem. A medicina do viajante e a medicina tropical não são exceções. Embora o consenso absoluto seja difícil, referiu o especialista na área Jorge Atouguia, a partilha de práticas motivou o Workshop de Medicina do Viajante, que decorreu este sábado no Instituto de Higiene e Medicina Tropical (IHMT) da Universidade Nova de Lisboa. O objetivo final era preparar o caminho para a Sociedade de Medicina do Viajante.

»A criação desta sociedade permitiria criar linhas orientadoras para as consultas da especialidade baseadas em estudos científicos. Uma das atribuições da plataforma TropNet é a disponibilização dos resultados obtidos pelos associados a todos os outros membros que não fizeram parte da investigação. Dos 71 membros da plataforma europeia, quatro são instituições portuguesas. .../...»





2014/12/17

3º Congresso Nacional de Medicina Tropical





IHMT - Instituto de Higiene e Medicina Tropical

PORTUGAL

«Realiza-se nos dias 20 e 21 de abril de 2015, no IHMT, dedicado ao tema "Doenças Transmitidas por Vetores".

»O Instituto de Higiene e Medicina Tropical organiza o 3º Congresso Nacional de Medicina Tropical, dedicado ao tema das Doenças Transmitidas por Vetores, nos dias 20 e 21 de abril de 2015, nas suas instalações, na Rua da Junqueira, em Lisboa.

»O programa do Congresso (18 de abril), a disponibilizar brevemente neste site, inclui sessões plenárias e mesas redondas, destacando-se os seguintes temas:

»Vector-borne Diseases in Europe | Nanotecnologia no diagnóstico e prevenção de doenças transmitidas por vetores | Big Data e doenças transmitidas por vetores | Vacinas para doenças transmitidas por vetores | Arboviroses | Malária | Leishmaniose | Doença do Sono | Doenças transmitidas por carraças | Filariose. .../...»





2014/12/16

Gulbenkian junta esforços e cientistas para conseguir apoios nas doenças tropicais





Diário de Notícias

REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA

«A fundação Gulbenkian vai promover a união de esforços de investigadores portugueses e dos países africanos de língua portuguesa para conseguir financiamento comunitário para trabalhos que visam procurar soluções para doenças como SIDA, malária ou tuberculose.

»"Vamos coordenar, tentar maximizar e tornar mais atraente aos investigadores do espaço PALOP e Portugal puderem vir a concorrer e a ter candidaturas aprovadas", no âmbito do programa EDCTP, uma parceria entre a União Europeia e países africanos para ensaios clínicos, disse hoje à agência Lusa a responsável pelo Programa Gulbenkian Parcerias para o Desenvolvimento.

»Os responsáveis da Fundação Calouste Gulbenkian, juntamente com o Governo português, através da Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), percebaram que no programa, que iniciou agora a segunda fase, não tinha havido muitas propostas aprovadas que envolvessem investigadores e grupos de investigação portugueses, referiu Maria Hermínia Cabral. .../...»





2014/12/15

«Newsletter L&I» (n.º 34, 2014-12-15)



Fitoterapia (Brasil)

Seminário discute implantação de hortos de plantas medicinais [web] [intro]

Empresas espanholas visitam a Funed em busca de parcerias na área de biotecnologia [web] [intro]

Plantas da Caatinga podem revolucionar indústria farmacêutica e de cosméticos [web] [intro]

Fitoterápicos: o que é e quais são os benefícios [web] [intro]



Sustentabilidade (Portugal, África lusófona)

Green Project Awards Portugal – Quem somos [web] [intro]

Novos motores de crescimento que estimulem a criação de riqueza, ao mesmo tempo que promovem a inclusão social e a sustentabilidade ambiental: é este o desafio do futuro [web] [intro]

Ideias de Origem Portuguesa chamadas à Fundação Calouste Gulbenkian [web] [intro]

A Universidade de Lisboa é novo parceiro europeu na vida saudável e envelhecimento activo [web] [intro]



Infancia

Un informe de UNICEF afirma que la innovación puede impulsar el cambio para los niños más desfavorecidos [web] [intro]

Más de 1.500 alumnos de primaria comienzan en enero un programa educativo pionero para aprender salud ambiental en la escuela [web] [intro]

Contenidos de calidad para la infancia y la adolescencia en los medios nacionales uruguayos [web] [intro]

América Latina falla en educación temprana e innovación [web] [intro]



Métiers

Le 59e Salon des métiers d'art de Montréal: ludique et innovateur [web] [intro]

Transformons nos façons de s’organiser et de travailler ensemble pour susciter de l’innovation dans les cœurs de métiers [web] [intro]

Le bois, un matériau vivant, des métiers innovants [web] [intro]

Salon des métiers d'art: les créateurs d’ici, innovateurs de demain [web] [intro]



Democracy

Social innovation and the challenge of democracy in Europe [web] [intro]

President of the Federal Republic of Nigeria Goodluck Jonathan said democracy should be strengthened by robust debates, innovative ideas and patriotism [web] [intro]

Booker, King: Don't destroy the open Internet [web] [intro]

Remarks at the 20th Anniversary of the Summit of the Americas [web] [intro]





Licencia Creative Commons Licencia Creative Commons
Atribución-NoComercial
4.0 Internacional








2014/12/12

A Universidade de Lisboa é novo parceiro europeu na vida saudável e envelhecimento activo





PRAVDA Em Portuguese

RÚSSIA

«A Universidade de Lisboa integra o consórcio ganhador da nova comunidade de inovação e conhecimento na área da vida saudável e do envelhecimento activo.

»O anúncio foi feito ontem à noite, 9 Dez., depois da audição pública perante o Conselho do Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia, sedeado em Budapeste, e é um marco significativo na dinamização da investigação, educação e investimento em saúde, em Lisboa e em Portugal.

»O objectivo do novo consórcio EIT Health - que inclui mais de 140 parceiros de topo em 14 países - é integrar o potencial existente na indústria, investigação e educação e criar soluções que promovam a qualidade de vida e a sustentabilidade dos cuidados de saúde na Europa.

»O nó de Lisboa inclui ainda a Câmara Municipal de Lisboa, o Centro Hospitalar Lisboa Norte, a Universidade de Évora, a empresa farmacêutica Hovione e de telecomunicações PT. .../...»



Imagem: Mais Superior

2014/12/11

Ideias de Origem Portuguesa chamadas à Fundação Calouste Gulbenkian





Observador On Time
Ana Pimentel

PORTUGAL

«Estão abertas as candidaturas para a quarta edição do Concurso Ideias de Origem Portuguesa, promovida pela Cotec – Associação Empresarial para a Inovação e pela Fundação Calouste Gulbenkian, no âmbito da iniciativa FAZ – Empreendedorismo Inovador na Diáspora Portuguesa.

»Até 2 de março, os emigrantes portugueses com projetos que se destaquem nas áreas do Ambiente e Sustentabilidade, Diálogo Intercultural, Envelhecimento e Inclusão social podem concorrer à distinção que foi lançada em 2010 pela Fundação Calouste Gulbenkian para utilizar a experiência, o talento e dinamismo dos portugueses lá fora em benefício do país de origem.

»Para participar, é necessário constituir uma equipa que integre um português ou lusodescendente residente no estrangeiro e submeter um vídeo ilustrativo da ideia. No ano passado, o concurso registou 345 ideias provenientes de mais de 30 países dos 5 continentes.

»O projeto “Requalificação a Custo Zero”, que se materializou no Arrebita!Porto, atualmente a trabalhar na reabilitação de um edifício devoluto na Ribeira do Porto, foi o vencedor da primeira edição da iniciativa. Na segunda edição, distinguiram-se três projetos: Orquestra XXI, que reúne músicos portugueses para tocar com regularidade em Portugal; o Fruta Feia, que combate o desperdício alimentar e o Rés-do-chão, que dinamiza os pisos térreos de edifícios desocupados para promover indústrias criativas locais.

»Em 2013, os prémio foram para ouros três projetos: o Sumos Portugal, que cria unidades móveis de produção e venda de sumos naturais dinamizados por pessoas com deficiência; o Salva a Lã Portuguesa, para revitalizar a produção e uso de fio de lã português e a Plantei.eu, que partilha conhecimentos e experiências de agricultura biológica.»





2014/12/10

Novos motores de crescimento que estimulem a criação de riqueza, ao mesmo tempo que promovem a inclusão social e a sustentabilidade ambiental: é este o desafio do futuro





TVI24

PORTUGAL

«Cavaco Silva declarou-se também a favor do reconhecimento de graus académicos no espaço ibero-americano e da promoção de estágios para estudantes, gestores e trabalhadores, e considerou essencial a cooperação internacional em matéria de investigação científica e uma ligação entre o sistema educativo e o mercado laboral.

»“Creio que da articulação entre educação, investigação e inovação poderão surgir novos motores de crescimento que estimulem a criação de riqueza, ao mesmo tempo que promovem a inclusão social e a sustentabilidade ambiental. É este o desafio do futuro”, concluiu.

»No que respeita ao caso português, Cavaco Silva disse que “Portugal tem vindo a apostar fortemente na qualificação dos seus recursos humanos” e que “foi feito, ao longo de décadas, um grande investimento, que inclui a extensão da rede de ensino pré-escolar e o alargamento da escolaridade obrigatória até aos 12 anos, além de políticas ativas de combate ao abandono escolar precoce e ao insucesso escolar”.

»Depois, referiu que “nos últimos vinte anos, o número de licenciados quintuplicou e, mais recentemente, o país registou um dos maiores crescimentos a nível europeu no número de novos doutorados”.

»“É fundamental que a inovação, a par da educação, se constitua como instrumento para a redução das assimetrias sociais”, declarou o chefe de Estado português, num discurso em que manifestou o seu apoio à proposta de mobilidade de estudantes, professores e investigadores dos 22 países da comunidade ibero-americana que poderá ser aprovada nesta cimeira. .../...»


Imagem: SAPO





2014/12/09

Green Project Awards Portugal – Quem somos





Green Project Awards

PORTUGAL

«Em 2014, o Green Project Awards é um projeto internacional, com edições em Portugal, no Brasil e em Cabo Verde. Até final do ano espera-se que a iniciativa tenha início também em Moçambique e Angola. O GPA é uma iniciativa promovida em parceria com os Governos locais e conta com uma rede internacional representativa dos principais setores e áreas de atividade.

»O Green Project Awards Portugal encontra-se na sétima edição. Após a recepção de mais de 1000 candidaturas e a distinção de mais de 60 projectos e iniciativas, o GPA mantém o seu propósito inicial de reconhecer as boas práticas em projetos que promovam o desenvolvimento sustentável.

»O Green Project Awards Portugal 2014 tem como objetivos:

»– Premiar e reconhecer boas práticas em projetos, implementados em Portugal, que promovam o desenvolvimento sustentável, como complemento ao movimento de sensibilização para as temáticas da sustentabilidade, alertando e consciencializando a Sociedade Civil para a importância do equilíbrio ambiental, económico e social;

»– Dar visibilidade às entidades, empresas, pessoas e/ou instituições que identificaram uma oportunidade no apoio e promoção da sustentabilidade e que atuaram positivamente na construção do desenvolvimento sustentável;

»– Envolver os jovens, tanto a nível individual como a nível associativo, condicionando os seus comportamentos e atitudes, adotando e criando práticas sustentáveis;

»– Reforçar a sustentabilidade com vista a uma repercussão positiva no comportamento dos cidadãos e decisores em geral, fazendo da inovação e eficácia um caminho para a sustentabilidade.»





2014/12/08

«Newsletter L&I» (n.º 33, 2014-12-08)



Inovativos (Brasil)

O Brasil que não se vê, muito maior do que o Brasil que se vê [web] [intro]

Falta de infraestrutura para inovar torna Brasil o país da inovação zero [web] [intro]

Empreendedores do InovAtiva conquistam investidores e parcerias [web] [intro]

As 12 características das pessoas altamente criativas [web] [intro]



Inovação tecnológica (Portugal, África lusófona)

Ubitricity busca solução para carregar carros elétricos [web] [intro]

A Destruição de Modelos Económicos e Os Países Lusófonos [web] [intro]

Murade Murargy: «Governos têm de adotar medidas para facilitar fluxo de bens e serviços nos países da CPLP» [web] [intro]

Há 11 professores portugueses entre os mais inovadores do mundo, diz a Microsoft [web] [intro]



Innovación empresarial

Empresas buscan innovar ante lento avance económico [web] [intro]

5 elementos de una franquicia exitosa [web] [intro]

En Sandwich Qubano, «el secreto es la innovación». La cadena de comidas rápidas
está cumpliendo 35 años y acelera
su expansión internacional [web] [intro]

Manuel Romero: «La rentabilidad del enoturismo es aún una asignatura pendiente para
muchas bodegas» [web] [intro]



Innovation sportive

Paris veut devenir championne du monde de l’innovation sportive [web] [intro]

Le sport comme facteur d’innovation et de croissance économique [web] [intro]

Soirée de gala chez Decathlon: L'innovation awards [web] [intro]

Doha, «capitale mondiale du sport»? [web] [intro]



Hybrid cloud

How the enterprise can embrace hybrid cloud [web] [intro]

A Good Hybrid Cloud Case Study--Asheville Shows How Hybrid Should Be Done [web] [intro]

Your hybrid cloud environment is a dog, but what kind? [web] [intro]

What to consider when negotiating a hybrid cloud SLA [web] [intro]





Licencia Creative Commons Licencia Creative Commons
Atribución-NoComercial
4.0 Internacional








2014/12/05

Há 11 professores portugueses entre os mais inovadores do mundo, diz a Microsoft





Observador On Time
Catarina Fernandes Martins

PORTUGAL

«A Microsoft anunciou esta quinta-feira que há 11 portugueses na lista mundial dos 800 Professores Inovadores e duas escolas portuguesas no restrito grupo das 150 escolas em todo o mundo que se destacam pela inovação e utilização de tecnologias no ensino e na aprendizagem.

»O colégio privado Monte Flor, em Carnaxide, e o Agrupamento de Escolas de Freixo, em Ponte de Lima, foram as escolas distinguidas para integrar a elite das Showcase Schools, que se destacam pela forma como introduzem as mais recentes tecnologias em contexto de sala de aula para promover práticas pedagógicas inovadoras e alinhadas com as competências do século XXI, pode ler-se em comunicado divulgado pela Microsoft.

»Luís Fernandes, diretor do Agrupamento de Escolas de Freixo, sublinhou ao Observador que esta é a terceira distinção recebida pelo agrupamento devido à forma como as escolas “utilizam a tecnologia para apoiar os alunos e dar-lhes competências”. Este reconhecimento “além fronteiras” representa para o diretor “um orgulho enorme”, ainda para mais quando, critica, “muitas vezes, dentro de portas” não existe tal reconhecimento.

»Em termos de inovação, Luís Fernandes destaca os trabalhos com robótica, as aulas com tablets numa turma do 9º ano, a utilização do e-mail por toda a comunidade escolar (todos os alunos têm uma conta de correio eletrónico institucionalizada) e a partilha de documentos e trabalhos na cloud. O diretor deste agrupamento de escolas pensa que esta distinção vai dar acesso a “ações de formação e a tecnologias e a peritos em tecnologia” que podem apoiar outros projetos de inovação.

»Um dos objetivos de Luís Fernandes passa por dar a cada aluno pelo menos um dispositivo tecnológico, como um computador ou um tablet, para que todos possam aceder em qualquer momento e em qualquer lugar à “informação, aos recursos e às partilhas com os professores”. .../...»





2014/12/04

Murade Murargy: «Governos têm de adotar medidas para facilitar fluxo de bens e serviços nos países da CPLP»





CEO Lusófono

PORTUGAL

«A necessidade de adotar medidas que facilitem a mobilidade de pessoas, bens e serviços e a criação de um espaço da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) para o comércio e investimentos estiveram ontem no centro das preocupações da 1ª Edição dos Encontros Empresariais CPLP, de que CEO Lusófono é Media Partner.

»Murade Murargy, secretário executivo da CPLP, salienta a urgência e a necessária vontade política forte e firme para criar um “espaço da CPLP para o comércio e investimentos”, acrescentando que “os governos [dos Estados-membros] têm de adotar certas medidas para facilitar o fluxo de bens e serviços nos nossos países”, nas declarações que fez após ter participado ontem, em Lisboa, na sessão de encerramento 1ª edição dos Encontros Empresariais CPLP, sob o tema “CPLP no século XXI: Circulação, Abrangência e Potencialidades”.

»No encontro, “foram discutidas profundamente as questões que preocupam a Confederação Empresarial [CE] e a CPLP. As questões que constituem o cerne das nossas preocupações são a mobilidade, a criação de um ambiente de negócios para os empresários”, revelou Murargy. [...]

»O reforço da vertente tecnológica e da inovação e da vertente político-diplomática — “muito consolidada” e que permitiu “vencer grandes países” para importantes cargos internacionais — mereceram também a atenção do responsável, que se congratulou com o “grande sucesso” deste primeiro encontro. .../...»





2014/12/03

A Destruição de Modelos Económicos e Os Países Lusófonos





Arregaçar as Mangas
Carlos Oliveira

PORTUGAL

«A corrida à inovação tecnológica não é uma opção. É uma questão de sobrevivência económica e de grande responsabilidade para cada país e negócio. De cada político, empresário, gestor, investidor, ou agente social.

»Para além de Portugal, um mercado pequeno, mas mais maduro e importante em termos de teste tecnológico e de near-shoring, os restantes países lusófonos cabem dentro do perímetro, cada vez mais alargado, da competitividade global.

»As implicações são várias:

»Não há opção senão um maior investimento na inovação e, especialmente, na inovação tecnológica, nas vertentes económicas e nas vertentes da administração do Estado e da Soberania.

»Os países que não têm ecossistemas de empreendedorismo inovador e de inovação tecnológica devem desenvolvê-lo de forma acelerada.

»A aceleração deste desenvolvimento faz-se através da construção de uma ligação regular com os grandes centros de inovação tecnológica mundial. As economias têm de estar próximas das novas inovações que aceleram o crescimento da economia mundial por forma a endogeneizar rapidamente estas inovações para beneficiar ao máximo e assim protegerem as suas economias, grupos empresariais, sistemas de ensino, sistemas de saúde, sistemas da administração pública, sistemas de defesa, soberania tecnológica, etc.

»Silicon Valley é o maior centro mundial de inovação tecnológica e está a reforçar a sua posição de pivot mundial da inovação tecnológica à medida que novos centros tecnológicos de todo o mundo se ligam a Silicon Valley. Por este motivo, os países lusófonos ganham em desenvolver uma ligação a Silicon Valley.

»Os países lusófonos ganham em fazer de uma forma articulada entre si o investimento na inovação e na ligação a Silicon Valley, por vários motivos:

»a) Reforçarem a Internet como um espaço que fala português, para benefício dos seus cidadãos, agentes económicos, sistemas educativos, etc.

»b) Criarem um mercado digital em português que seja uma primeira rampa de lançamento das suas empresas tecnológicas e as suas trocas informacionais e comerciais digitais.

»c) Beneficiarem de sinergias entre sistemas de inovação, tecnologias e mercados.


»Para este efeito, é preciso que os principais agentes económicos, as principais entidades de pesquisa e desenvolvimento e os políticos dos países lusófonos comecem a estudar, testar e promover novos modelos de cooperação entre si na inovação tecnológica que possam alavancar as suas economias na economia global do Século XXI.. .../...»





2014/12/02

Ubitricity busca solução para carregar
carros elétricos





Euronews Knowledge

PORTUGAL

«O grande problema que enfrentamos é que os carros elétricos não ficam sempre no mesmo sítio, viajam por diversos locais e precisam de se abastecer. E porque precisam de se abastecer onde estacionam, são necessários postos de reabastecimento por todo o lado. Mas não faz muito sentido instalar a tecnologia de comunicação, autorização e pagamento que é muito cara por todo o lado. Com o nosso sistema transportamos a tecnologia e podemos então reabastecer o que quisermos porque o acordo de abastecimento aplica-se ao cabo. .../...»





2014/12/01

«Newsletter L&I» (n.º 32, 2014-12-01)



Emprego (Brasil)

Steve Jobs não conseguiria emprego na Apple de hoje, diz cofundador Steve Wozniak [web] [intro]

Movido pelo “espírito de garagem” [web] [intro]

Reforma de Marconi quer Estado mais útil pra sociedade. Cerebraço é mais inteligente do que bundaço [web] [intro]

2º dia do Congresso Facesp é marcado por homenagem a associações e apresentação do Empresômetro pelo ministro Afif [web] [intro]



Emprego (Portugal, África lusófona)

Melhores condições, melhores empregos e crescimento [web] [intro]

Oportunidades de financiamento para empresas [web] [intro]

O primeiro-ministro chinês Li Keqiang quer criação de empregos e inovações via internet [web] [intro]

O LIDE Angola, Grupo de Líderes Empresariais, realiza um debate com tema Crescimento Económico, Protecção Social e Combate à Pobreza [web] [intro]



Empleo

Un tipo de dirección muy diferente [web] [intro]

El difícil salto para dejar de ser start up... ¿y ser un Google o un Facebook? [web] [intro]

Innovar sí, pero con mucho «sentidiño» [web] [intro]

Para la creación de puestos de trabajo, el XIII Foro de Ciudades por el Empleo apuesta por la cultura, el talento, la innovación y la creatividad [web] [intro]



Emploi

Réquisitoire de le gourou de la nouvelle économie Takeshi Natsuno contre les entreprises manufacturières [web] [intro]

"Emploi store", simulateur de droits sociaux... quand l’administration se met au numérique [web] [intro]

GES 2014/ Ali Bongo Ondimba: «Mettre les femmes et les jeunes au cœur du développement» [web] [intro]

Lutte contre le chômage et le sous-emploi: Sommet mondial des services publics d’emploi (SPE) à Paris [web] [intro]



Employment

Doing away with human employees is not the answer, but redistributing them [web] [intro]

How young entrepreneurs are innovating in agriculture (Agriculture 2.0) [web] [intro]

A Major Long-Term Change In The Labor Market Is Bad News For The US Economy [web] [intro]

EU Programme for Employment and Social Innovation (EaSI) [web] [intro]





Licencia Creative Commons Licencia Creative Commons
Atribución-NoComercial
4.0 Internacional








2014/11/28

O LIDE Angola, Grupo de Líderes Empresariais, realiza um debate com tema Crescimento Económico, Protecção Social e Combate à Pobreza





AngoNotícias

ANGOLA

«O LIDE Angola apresenta como tema do almoço-debate “Crescimento Económico, Protecção Social e Combate à Pobreza” devido os resultados recentes que apontam Angola numa posição privilegiada, a nível mundial, de combate à pobreza, cuja erradicação tem repercussão directa na protecção social, apesar dos desafios à vista para erradicação deste fenómeno que desestabiliza políticas sociais.

»Segundo o presidente-executivo do LIDE Angola, Filipe Lemos, há motivo suficiente para se alargar o debate sobre o combate à pobreza, um desafio que alcançando resultados mais satisfatórios, deverá proporcionar, ainda mais, boas políticas de protecção social aos angolanos.

»“O desafio de combate à pobreza deve ser generalizado, com o empresariado nacional a aproveitar as políticas do Executivo que facilitam o crescimento das empresas, cujo contributo visível pode ser o aumento da taxa de empregabilidade”, finalizou Filipe Lemos.

»O LIDE Angola é uma organização de empresários destinada a fortalecer o pensamento, relacionamento e princípios éticos de governação corporativa. Formado por líderes empresariais nacionais e internacionais, tem como missão promover a integração entre empresas, organizações e entidades privadas, por meio de programas de debates, fóruns de negócios, actividades de conteúdo, iniciativas de apoio à sustentabilidade e responsabilidade social. .../...»





2014/11/27

O primeiro-ministro chinês Li Keqiang quer criação de empregos e inovações via internet





China Radio International (CRI)
Luís Zhao, tradução
Luiz Tasso Neto, revisão

CHINA

«O primeiro-ministro chinês, Li Keqiang, se encontrou ontem (20) em Hangzhou com participantes chineses e estrangeiros da primeira Conferência Mundial da Internet.

»O CEO da Thomson Reuters, Jim Smith, o presidente executivo da Qualcomm, Paul Jacobs, o presidente executivo do Alibaba Group, Ma Yun, o CEO da Sina, Cao Guowei, e outros 70 representantes discursaram no encontro.

»Após ouvir as palavras dos empresários, o primeiro-ministro chinês apontou que o tema principal da primeira Conferência Mundial da Internet é “interligação e intercomunicação, compartilhamento e co-administração”, que tenta procurar abertura, cooperações e relações win-win. Li Keqiang disse que a internet é uma das maiores invenções do ser humano, que mudou o espaço, o tempo e as dimensões do pensamento das pessoas. Ele lembrou que após 20 anos de desenvolvimento, a China já se tornou uma grande potência da internet, que não só possui um grande mercado de consumo, mas também novas tecnologias, novos produtos, novas indústrias e novos módulos que criaram milhões de postos de emprego para os jovens chineses.

»Li Keqiang sublinhou que a internet é um ótimo instrumento para empreendimento e inovação, e também uma nova plataforma para a administração do governo chinês. Por isso a China dá muita atenção ao apoio ao desenvolvimento da internet.

»A primeira Conferência Mundial da Internet foi realizada entre os dias 19 e 21 deste mês em Wuzhen, província de Zhejiang, na China, com a participação de mais mil personalidades e especialistas do setor de informações, funcionários governamentais e representantes de organizações internacionais de todo o mundo.»



Imagem: spanish.peopledaily.com



2014/11/26

Oportunidades de financiamento para empresas





Correio do Minho
Vasco Teixeira

PORTUGAL

«Uma das prioridades centrais estabelecidas na Estratégia Europa 2020 consiste em facilitar o acesso das PME ao financiamento. Os novos instrumentos europeus e regionais de financiamento para o período 2014-2020 serão uma excelente oportunidade para apoiar as empresas e em particular para as PME.

»As oportunidades de financiamento para as empresas até 2020 serão muitas, mas é preciso saber aproveitá-las de forma eficiente e inteligente. O apoio está disponível diretamente ou através de programas geridos a nível nacional ou regional, como os fundos estruturais da União Europeia. Os fundos estruturais (Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional - FEDER e Fundo Social Europeu - FSE) são os principais instrumentos de financiamento comunitário a favor das PME, através dos vários programas temáticos e iniciativas comunitárias implementadas nas regiões.

»Os apoios não se limitam apenas ao financiamento. As empresas também podem beneficiar de uma série de medidas de assistência não financeira sob a forma de pro- gramas e de serviços de apoio às empresas.

»O Horizonte 2020 reúne todo o atual financiamento da União Europeia no domínio da Investigação e Inovação. Terá um orçamento para 2014-2020 de 79,4 mil milhões de euros. A Comissão Europeia assumiu o compromisso de garantir uma forte participação das PME no Horizonte 2020. O Horizonte 2020 será crucial para a garantia de ecossistemas de inovação capazes de alavancar o crescimento das regiões europeias. O Horizonte 2020 concentrará os recursos em três prioridades distintas que se reforçam mutuamente. Estas prioridades, correspondem às da Estratégia Europa 2020 e da União da Inovação, e são Excelência Científica, Liderança Industrial e Desafios Societais. [...]

»Para as PME inovadoras com elevada ambição de crescer, de se desenvolverem e internacionalizarem, e que desenvolvam I&D existe um programa inserido no Horizonte 2020: o “SME Instrument”, através do qual as PME se podem candidatar individualmente, numa primeira fase a 50 mil euros para explorar um conceito inovador com potencial global. Numa segunda fase, o valor de apoio ao desenvolvimento, validação e comercialização do seu produto ou processo poderá atingir 3 milhões de euros. .../...»





2014/11/25

Melhores condições, melhores empregos e crescimento





TVI24

PORTUGAL

«O comissário europeu Carlos Moedas afirmou esta quinta-feira que a manutenção do Estado Social depende da capacidade de investir em inovação, ciência e investigação porque isso irá trazer “melhores condições, melhores empregos e crescimento”.

»O comissário europeu para a Investigação, Ciência e Inovação falava no 24.º congresso da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC), que termina esta qinta-feira em Lisboa.

»“A Europa está, sem dúvida, lentamente a sair de uma das maiores crises económicas da história recente, e precisamos também de alguma sorte, mas precisamos acima de tudo de inovação, investir em projetos na área do conhecimento e da ciência, precisamos de melhor ambiente para o investimento, é a única forma de manter o Estado Social”, afirmou Carlos Moedas. .../...»





2014/11/24

«Newsletter L&I» (n.º 31, 2014-11-24)



Familia desestruturada (Brasil)

Instituto Harpia Harpyia, Foz do Iguaçu e Itaipu Binacional: projeto da segurança alimentar e do o combate à violência na região da tríplice fronteira [web] [intro]

Projeto leva atendimento bucal de emergência a favela do Rio [web] [intro]

O governo trabalha em várias ações, como no combate às drogas, por exemplo, mas esquece que a base de todos os problemas é a desestruturação familiar [web] [intro]

Escolas de São Paulo estudam deixar de comemorar o tradicional Dia das Mães para celebrar o inovador Dia de quem cuida mim [web] [intro]



Periferia (Portugal, África lusófona)

Presidente da República desafia os jovens a assumirem-se como agentes da mudança e serem cada vez mais inovadores [web] [intro]

Jens Weidmann: Investimento público teria impacto "negligenciável" nos países periféricos [web] [intro]

Na cidade do Porto não temos um problema de localização ou de periferia mas de escala [web] [intro]

Projeto Regeneração Urbana - Um Novo Impulso em Viseu [web] [intro]



e-Health

La e-Health es una herramienta para afrontar los procesos asistenciales y mejorar los resultados clínicos y la eficiencia [web] [intro]

Nintendo apuesta por eHealth con aparato para medir sueño [web] [intro]

Microsoft presenta su pulsera inteligente y plataforma de eHealth [web] [intro]

Google completa su estrategia eHealth con Google Fit [web] [intro]



Numerique et papier

Parallèles Editions: Rencontre entre papier et numérique (Exposition) [web] [intro]

Le livre et la presse sous l'emprise du numérique, omniprésent [web] [intro]

La fin du journal? Informer et s’informer, du papier au numérique [web] [intro]

La presse africaine et la révolution du numérique [web] [intro]



Family innovation

Brandeis IBS announces creation of Hassenfeld Family Innovation Center [web] [intro]

SOFA 2014 Focuses on Family Farming and Innovation [web] [intro]

Innovation keeps Hatcher Dairy flowing [web] [intro]

The importance of sparking entrepreneurial spirit in family businesses [web] [intro]





Licencia Creative Commons Licencia Creative Commons
Atribución-NoComercial
4.0 Internacional